segunda-feira, 14 de março de 2011

Fibras : 10

1- Tenha sempre em mente que uma dieta rica em fibras melhora: o Obstipação crônica; o Doença coronariana; o Hemorróidas; o Diabetes melitus; o Doença diverticular dos cólons; o Colesterol elevado; o Síndrome do cólon espástico (irritável).
2- Tente ao menos dobrar a sua ingesta de fibras ao dia o recomendado é de 20 a 35 gramas ao dia.
3- Procure entender o que são as fibras e de onde elas vem: 
o Fibras insolúveis:  Cereais;  Trigo/ farelo de trigo;  Grãos; o Fibras solúveis:  Farelos;  Frutas;  Aveia/ farelo de aveia; Verduras.
4- Substitua a dieta rica em gorduras por rica em fibras.
5- Mantenha uma constante na quantidade de fibras diárias, considere a necessidade de um complemento em fibras se você: o Viaja muito; o Come na empresa ou em restaurantes; 
o Acha difícil conseguir opções alimentares suficientes.
6- Aumente a quantidade de fibras gradualmente.
7- O aumento da ingesta de líquidos é imprescidível .
8- Adicione tanto fibras solúveis como insulúveis.
9- Os alimentos ricos em fibras se incluem em uma das seguintes categorias :
folhas , talos, cascas, sementes e bagaços. Assim sendo todo vegetal que teoricamente peneirado deixasse um resíduo seria classificado como rico em fibras. Ex.: couve, alface, brocolis, couve-flor, repolho, almeirão , rúcula, agrião, mandioca, salsão, casca de feijão, bagaço de frutas em geral, etc.
Existe no mercado pronto para a venda e a baixo custo o farelo e o germe de trigo, ambos ricos em fibras.
10- Não esquecendo também: todas as frutas são ricas em fibras umas mais outras menos, razão essa a quantidade a ser ingerida diariamente. Com seus outros benefícios como vitaminas e o açúcar bom: a frutose.
Então mãos a obra e coloque mais fibras em seu dia a dia e a vida com certeza irá ficar mais leve.
Patricia S. Gomes CRN27287



O colorido da saúde

Que tal compor sua dieta com tons alaranjados, amarelos e vermelhos?
Essas cores revelam, no alimentos, a presença de substâncias chamadas carotenoides, reconhecidos aliadas da nossa saúde.
Você já parou pra analisar a tonalidade das frutas e hortaliças que preenchem as gôndolas dos supermercados? Além de encher os olhos, os tons da pitanga, do tomate, da manga e da cenoura protegem a visão. É isso mesmo. Esses pigmentos pertencem a uma família batizada pelos cientistas de carotenoídes que, entre outras coisas, é capaz de afastar males como a degeneração macular.
Se você não o reconheceu o nome da família- que conta com centenas e centenas de participantes - vamos apresentar seus dois membros mais poulares: o betacaroteno e o licopeno. O primeiro empresta cor à abóbora, cenoura, manga e etc e o segundo deixa vermelha a goiaba, tomate,melancia, pitanga, mamão formosa, etc.
Segundo a Tabela Brasileira de Composição de Carotenoides em Alimentos, a ingestão de 4 miligramas por dia de betacaroteno é importante para a saúde. 
Os betacarotenoides podem ser encontrados em:
Acerola 100g tem  2,6 mg umas 10 unidades; Cenoura 100g tem cerca de 3,4 mg aproximadamente uma unidade média; melão: 100g tem 2mg da substância uma fatia grande; moranga: 100g tem 1,6 mg uma xícara e a manga:100g mais ou menos uma xícara tem 1,4 mg de betacaroteno.
Não existe consenso em relação ao consumo diário de licopeno. Alguns estudam mencionam de 4 a 35mg/dia.
O licopeno pode ser encontrado em:
Goiaba: 100g tem 5mg, mamão formosa: 100g tem 2,6mg em uma fatia; melancia: 100g tem 3,6mg uma fatia pequena; Pitanga: 100g tem 3,8 mg umas 12 unidades e tomate:100g tem 3,5mg 1 unidade média.



Gestante

Ser mãe exige muito mais do que responsabilidades de educar, amar e dar atenção. Alguns cuidados são necessários desde o momento em que o teste assinala 'positivo' e um deles é com a alimentação. Então, surgem opiniões de amigos e familiares que afirmam, por exemplo, que a gestante 'deve comer por dois'. É importante que a futura mãe saiba que, não é bem assim...

Da mesma forma, é errado que ao engravidar a mulher decida perder peso, pois está insatisfeita com 'os quilos a mais'. Esta atitude pode levar a deficiências na formação do bebê e a graves conseqüências no crescimento dele. A mulher que deseja engravidar deve estar consciente de que é necessário um equilíbrio na alimentação durante a gestação e a amamentação. Não são os excessos nem as restrições de alimentos que irão garantir um bebê saudável.

Enquanto a mãe 'espera o bebê', o corpo utiliza líquidos e energia vindos da alimentação para o crescimento do feto e para manter 'artifícios' que protegem o bebê (placenta e líquido amniótico). Outra parte da energia obtida através da alimentação é 'guardada' na forma de gordura e se localiza no abdômen, costas e coxas, para ser utilizada durante a gravidez e aleitamento.

Entretanto, se a gestante consumir calorias além do que necessita, a energia não será utilizada para o bem do bebê, mas sim, ficará armazenada no corpo como gordura localizada. Por esta razão, principalmente as gestantes que estão acima do peso, devem evitar consumir alimentos gordurosos como chocolates, doces cremosos e frituras, dando preferência a frutas e suco de frutas naturais, nos intervalos entre as refeições.

A alimentação da gestante não deve ser restritiva, isto significa que ela não deve deixar de consumir alimentos fontes de açúcar, bem como óleos e gorduras, porém, isto deve ser feito com moderação. Durante a gravidez, é muito importante que a mãe consuma alimentos variados, para assim, garantir o aporte de energia, vitaminas e minerais necessários para o desenvolvimento do feto. A orientação do pediatra é fundamental durante a gravidez, já que ele poderá avaliar o caso de cada gestante de modo particular
Uma reclamação bastante comum entre mulheres grávidas é o problema do 'intestino preso'. Para combatê-lo, alimentos ricos em fibras (cereais, grãos e frutas) são grandes aliados, quando consumidos com líquidos (água, água de coco e sucos naturais). Além disso, algumas recomendações são válidas: a alimentação deve ser variada - com alimentos fontes de carboidratos (pães, cereais, batata, macarrão, biscoitos, frutas, entre outros), proteínas (carnes, leite e derivados e ovos) e gorduras (em pequena quantidade).
Vale lembrar que determinados alimentos também devem ser evitados: chocolates, café, refrigerantes, bebidas alcoolicas, e se possível a fumante: seria indispensável o ato de amor e parar de fumar durante a gravidez. 
Esse post é uma homenagem a algumas amigas minhas que estão grávidas. Parabéns minhas queridas e tranquilidade e uma boa hora para todas.
Patricia S. Gomes nutricionista CRN27287

10 comentários:

  1. Vivi, fiz um selinho pra vc, pega lá no meu blog:
    http://cantinhotudoaver.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. oi amiga tbm senti sua falta...estou na correria aki...e vc ta td bem por ai???/bjinhos fik com Deus.obrigadinho pelo carinho....

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga, todas as alianças são lindhas.
    obrigada pelo carinho.
    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Muito, mas muito esclarecedor.
    Abs

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela matéria, boa demais!

    bjs....

    ResponderExcluir
  6. Vivi...muito úteis suas dicas!!

    Obrigada por compartilhar!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. oiee...quero dividir algo com vc que li esses dias...."A fé é a nossa experiencia do nosso dia a dia,a fé remove as algemas dos nossos tornozelos"Fik firme!!
    bjinhos fik na paz de Cristo.
    Obrigada pelo carinho

    ResponderExcluir
  8. Oie querida

    passando pra retribuir sua visitinha e dizer que já estou te seguindo!!

    beijos e boa terça

    ResponderExcluir
  9. Eu to tentando comer coisas integrais.. com o arroz já acostumei... agora o pão... e mais dificil kkk
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar "De tudo um pouco"
Fico muito feliz com o seu carinho. Volte sempre!
There can be miracles, when you believe!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

***A força
da sua inveja,
é a velocidade
do meu sucesso
e a certeza da minha Vitória!!!***