sábado, 4 de junho de 2011

Invertendo os papéis

6 comentários:

Famílias adotam um novo perfil, no qual o marido cuida da casa e dos filhos enquanto a esposa sai para trabalhar


Foi-se o tempo em que o homem era o chefe do lar e saía cedo para o trabalho, enquanto a mulher ficava em casa, responsabilizando-se pelas crianças e pelas tarefas domésticas. Agora, é comum encontrar homens que ajudam suas esposas, trocam fraldas, lavam louça e passam aspirador de pó. Essas e outras atividades, antes exclusivamente femininas, hoje também são executadas por eles, e o que é melhor: com muita naturalidade.
Mas a mudança na organização das famílias vai além. Atualmente, muitos homens permanecem em casa e assumem a responsabilidade pelos serviços domésticos e o cuidado com os filhos, enquanto as esposas saem para trabalhar. Eles preparam o almoço, arrumam as camas, fazem compra no supermercado, ajudam na lição de casa dos filhos e levam a turminha para a escola.

Uma relação delicada

Em alguns lares, essa inversão de papéis acontece por imposição das circunstâncias. Geraldo Matos, por exemplo, passou a fazer os serviços da casa e a cuidar dos filhos desde o ano passado, quando ele e sua esposa Regina fecharam a loja em que trabalhavam juntos. Ela foi trabalhar como secretária, mas Geraldo não conseguiu um emprego. Por isso, coube a ele assumir as tarefas do lar. “No período da manhã, limpo a casa e preparo o almoço. Depois que levo a criançada para a escola, coloco as roupas na máquina de lavar e preparo o jantar”, conta.
“Quando a inversão de papéis ocorre por necessidade, a questão é delicada. Como a mulher passa a trazer o dinheiro para dentro de casa, o homem pode se sentir inferiorizado. Esse é um momento delicado da relação, é preciso que o casal converse muito. A mulher deve valorizar seu marido, fortalecendo sua autoestima”, explica a terapeuta de casais Sheiva Rocha, psicanalista da Aperj (Associação Psicanalítica do Estado do Rio de Janeiro).
Em outras famílias, no entanto, a inversão de papéis ocorre por opção do casal. É o caso do professor de inglês Mauro Sibério. “Como a escola em que leciono é perto de casa, consigo conciliar o trabalho com as tarefas domésticas e os cuidados com as crianças. Já minha esposa trabalha longe, sai muito cedo e retorna tarde”, comenta Mauro. Ele ficou craque nos serviços domésticos: lava, passa, limpa a casa e prepara uma comida deliciosa! “As crianças adoram os pratos que eu preparo”, conta, todo orgulhoso. “É importante que o marido e a esposa possam se realizar tanto profissional quanto afetivamente. É ótimo que alguns pais se libertem de preconceitos e optem por ficar em casa para conviver mais com seus filhos. Porém, essa decisão só acontece quando o casal tem uma relação madura e equilibrada”, afirma a terapeuta.

Tempero prático e saboroso!

Hoje, os homens desempenham as mesmas atividades que as donas de casa: lavam as roupas, cuidam dos filhos e até cozinham. Para preparar pratos deliciosos e facilitar o trabalho na cozinha – tão intenso que, muitas vezes, não dá tempo sequer de picar a cebola ou refogar o alho −, Knorr Meu Arroz e Knorr Meu Feijão são grandes aliados. Fáceis de usar, eles dão um toque especial de sabor à sua receita do dia a dia. 
O Meu Arroz deixa o arroz solto, branquinho e com sabor bem caseiro. E para quem gosta de congelar alimentos, o Meu Feijão é maravilhoso! Basta acrescentar o tempero ao feijão depois de descongelado e perceber a incrível diferença. Pelo sabor, aroma e cor do alimento, parece que ele acabou de sair da panela de pressão!
 

    LinkWithin

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    ***A força
    da sua inveja,
    é a velocidade
    do meu sucesso
    e a certeza da minha Vitória!!!***