quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Aspartame - mitos e verdades sobre o adoçante mais pesquisado do mundo

2 comentários:


Eu sou acostumada a usar adoçante desde a adolescência, em sucos, café, doces, sobremesas, forno e fogão. Não sinto diferença alguma no sabor do alimento.
No início, você sentirá diferença com certeza, mas com o tempo acostuma.
Achei essa matéria bem interessante, saiba tudo sobre os adoçantes



Finn ajuda o consumidor a conhecer um pouco mais sobre a substância

Descoberto em 1965, o aspartame tem 200 vezes mais poder de dulçor do que o açúcar e já foi associado a doenças por falsas alegações. A substância foi muito estudada e atualmente é aprovada e considerada segura em muitos países. Desde sua descoberta, diversos estudos sobre os aspectos da segurança do seu consumo foram publicados e o aspartame tem hoje o aval da Agência Nacional de Segurança Sanitária, a ANVISA do Brasil e também da Organização Mundial da Saúde, a OMS.

Os adoçantes, incluindo o aspartame, são indicados não apenas para pessoas com diabetes e obesidade, mas também para quem se preocupa com a saúde e quer manter hábitos de vida saudáveis, com a redução do consumo de açúcar. Mas qual o limite de aspartame que se pode consumir por dia? A pergunta ainda é muito frequente e, para respondê-la, é preciso usar como referência os limites seguros do consumo de substâncias adoçantes, a IDA – Ingestão Diária Aceitável. A IDA para o aspartame é de 40mg/Kg por dia, o que significa que um adulto de 60 Kg pode consumir até 60 sachês de Finn aspartame diariamente, durante toda a sua vida, sem prejuízos à saúde. Esta quantidade é impraticável no dia a dia, mesmo pra quem consome muitos produtos com adoçante.

O aspartame é a substância adoçantes mais estudada do mundo – mais de 1800 estudos comprovam a segurança de seu consumo – e possui o aval de órgãos nacionais e internacionais. Ainda assim, existem muitos questionamentos envolvendo seu consumo. Pensando na importância de esclarecer todas as dúvidas de seus consumidores, Finn, marca de adoçantes destinada às pessoas que se preocupam com a saúde e praticam hábitos saudáveis, preparou uma lista de mitos e verdades a respeito do aspartame. Confira:

Crianças podem consumir adoçantes:
VERDADE! Os valores de IDA são estabelecidos de acordo com o peso corporal, sem restrição de idade. Por terem um peso menor, as crianças possuem limites de ingestão também menores. Uma criança de 30Kg, por exemplo, pode consumir até 30 saches de Finn aspartame por dia.

O consumo de aspartame aumenta o apetite:
MITO! Muito pelo contrário! Todos os adoçantes são importantes aliados para a perda de peso, já que substituem o açúcar e reduzem o valor calórico da dieta. Além disso, nenhuma substância adoçante causa efeito rebote de fome.

Aspartame pode causar problemas ao sistema nervoso e dores de cabeça:
MITO e MITO! Pesquisadores que estudaram os efeitos do aspartame comparados aos do açúcar no sistema nervoso concluíram que nem mesmo doses elevadas do composto provocam alterações neuronais ou comportamentais. Além disso, não existem estudos que identifiquem a relação entre a substância e dores de cabeça.

Adoçantes, em especial o aspartame, podem causar câncer:
MITO! Não existe comprovação científica de que o consumo de adoçantes cause alterações nas células ou câncer. A revisão da literatura científica traz diversos estudos que apontam a inexistência da relação entre o consumo de adoçantes, incluindo o aspartame, com o aparecimento de câncer.

Portadores de fenilcetonúria NÃO podem consumir aspartame:
VERDADE! A fenilcetonúria é uma doença genética detectada pelo “teste do pezinho” e é caracterizada pela incapacidade do corpo de metabolizar o aminoácido fenilalanina. A fenilalanina está presente na maioria dos produtos ricos em proteína, como carnes, leites e ovos. Como o aspartame contém esse aminoácido, seu consumo não é recomendado por portadores da doença. Adoçantes à base de sacarina, sucralose e stévia podem ser consumidos com segurança por fenilcetonúricos.

Finn possui a linha mais completa do mercado com todas as substâncias disponíveis: Finn Sacarina, Finn Aspartame, Finn 100% Sucralose e Finn 100% Stévia. Todos os produtos Finn possuem o selo da Associação Nacional de Assistência ao Diabético (ANAD), que certifica a inexistência de açúcar na formulação e , consequentemente, o consumo permitido para diabéticos.



Mais informações:
Comunicação Hypermarcas – Assessoria de Marcas e Produtos

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

FAÇA SEU BRONZEADO DURAR

2 comentários:


Alguns passaram férias coletivas, outros ainda estão em férias e aproveitando as praias e piscinas.
Que delícia né, ainda conseguimos aquela corzinha desejada
Mas como manter por mais tempo?
PORTAL VITAL dá a dica!





Quando chega o verão, muita gente logo pensa em pegar um belo bronze. Se esse é o seu caso, você pode fazer com que ele dure o máximo possível, com alguns cuidados simples antes, durante e depois de se expor.
   
 “Tomar sol não é proibido, mas, para garantir uma pele saudável por toda a vida, é preciso ter cautela, evitar exageros e, principalmente, respeitar os horários permitidos”, alerta a dermatologista Samara Silva Kouzak, do Hospital Anchieta.
 
Dado o recado, vamos aos segredinhos para que você fique com a cor da temporada por mais dias. 
 
Prepare o corpo
 
Comece pela alimentação: invista em uma dieta equilibrada, rica em verduras e frutas de cor alaranjada (cenoura, mamão, abóbora, acerola, manga e damasco, por exemplo). Esses alimentos são campeões em betacaroteno, um poderoso antioxidante. No organismo, ele transforma-se em vitamina A, auxiliando na formação da melanina - responsável pela pigmentação da pele. “Dez dias antes da praia ou do clube, também é interessante tomar suplementos dessa substância”, sugere a dermatologista Daniela Landim.
 
Cuidado! Não passe dos limites! Se perceber que as palmas das mãos estão com uma tonalidade amarelada, é sinal de que você está ingerindo quantidades elevadas de betacaroteno.
 
Se isso acontecer, não se preocupe. De acordo com nossa especialista, basta interromper ou diminuir a quantidade dos alimentos sugeridos ou o uso do suplemento que tudo volta ao normal.
 
Durante o bronzeado
 
O que nem todo mundo sabe é que o filtro solar é um ótimo aliado, além de ser obrigatório. Segundo Daniela, a aplicação contínua faz com que a cor seja mais eficaz e dure. “Bronzear não é se queimar, mas fazer como se fosse uma dieta: ir aos poucos”, explica. 
 
Esqueça os óleos, pois eles “queimam” e podem causar danos irreversíveis em longo prazo em vez de ajudar você a ficar com a cor do verão. Essa é uma informação importante porque muitas pessoas pensam que o certo é “esturricar” ao máximo. Nesses casos, acabam ficando como um pimentão e sofrendo riscos de queimaduras ou de insolação.
 
Quem tem pele mais branca precisa de um fator de proteção maior para evitar a vermelhidão. O mínimo aconselhado é FPS 30 e, segundo dra. Samara, deve-se passar o produto com antecedência, pelo menos 15 minutos antes da exposição, reaplicando a cada duas ou três horas ou após longos períodos na água.
 
Na volta para casa
 
Depois de horas de muito sol, comece a valorizar o seu bronzeado com uma boa ducha a uma temperatura mais fria. O banho quente fará com que sua pele fique desidratada, ressecada e sem brilho. Para que isso não aconteça, aposte como nunca na hidratação do corpo pelo menos duas vezes ao dia.
 
Mantenha na sua dieta os alimentos ricos em betacaroteno e os suplementos, que também ajudarão a fazer com que a cor dourada dure por mais tempo. Beba bastante água (1,5 l por dia, no mínimo) para garantir a reposição dos líquidos perdidos. Isso é fundamental para a revitalização da derme e a manutenção da temperatura corporal - condições essenciais para que você possa ir à praia ou ao clube quantas vezes quiser sem colocar a saúde em risco.  

domingo, 5 de janeiro de 2014

Brigadeiro de enrolar ou de copinho

6 comentários:


Olá pessoal, estou de volta!
Passei um Natal excelente uma passagem de Ano maravilhosa, juntamente com a família e amigos.
Graças à Deus foi tudo perfeito.
E vocês? Espero que as festas tenham sido tão boas quanto as minhas;

Vamos reiniciar as postagens com uma receita tradicional, que a maioria gosta mas nem todo mundo sabe fazer.

Então corre pra cozinha, separe os ingredientes e faça para comer logo depois do almoço.

Eu optei por fazer de copinho




Ingredientes

2 colheres bem cheias de chocolate em pó (eu uso o Nestlé - chamam de chocolate do Padre rs) , você pode usar achocolatado mas fica mais enjoativo
1 lata de leite condensado MOCOCA
1 colher de sopa de manteiga MOCOCA
Chocolate granulado à gosto
forminhas de papel ou copinhos de acrílico descartáveis

Modo de Fazer

Em uma panela, derreta a manteiga e junte os demais ingredientes
Misture tudo muito bem e mexa em torno de 10 minutos em fogo médio ou até você conseguir ver o fundo da panela.
Dica : O ponto certo você saberá se virar um pouco a panela e o brigadeiro for totalmente para a lateral.

Despeje a mistura em um prato, se desejar enrolar, e aguarde esfriar 
Passe um pouquinho de manteiga nas mãos (o mínimo possível) e com a ajuda de uma colher, faça bolinhas do tamanho que desejar
Passe as bolinhas no chocolate granulado e coloque nas forminhas

Se desejar colocar em copinhos, é só despejar a mistura em cada copinho e salpicar com chocolate granulado.




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

***A força
da sua inveja,
é a velocidade
do meu sucesso
e a certeza da minha Vitória!!!***